Início » Uncategorized » Dia de Portugal

Dia de Portugal

Às oito da manhã estava a carregar no carro uma ovelha com um cordeiro , para levar para uma terra a um quilómetro e meio. Tem sarna, acho eu que tem sarna, está-lhe a cair a lã toda. Desparasitei-a , e ao pequeno, e separei-os das outras. Queria ver se não tinha uma contaminação geral de sarna, até porque ao que sei também se pega aos cães e às pessoas. Daí fui mudar de sítio a mundialmente famosa ovelha negra e o seu cordeiro, que já está maior do que ela mas ainda mama. Essa ovelha é levada da breca e se não estiver numa terra de vedação sem falhas encontra sempre um buraco, e lidera as outras nas fugas.Já me custou muitos quilómetros a pé e alguns vizinhos chateados com a invasão. Agora levei-a para a Costa, juntar-se a outras 13 que lá estão e onde as pastagens estão bem vedadas.

Com isto era quase meio dia, fui encontrar os turistas do dia, saber se estava tudo bem. Está tudo bem e demora-me  cinco minutos. Depois de almoçar fui para o porto, ia-se arriar o Formosa. Na semana passada o mastro do S.Pedro partiu num treino , agora vai ter que se fabricar um novo , de um tronco de criptoméria, e  até lá o S.Pedro fica varado. Agora também  faço parte da tripulação do  Formosa e vou ao campeonato,  que é na Graciosa. Além das saídas para o mar há sempre que fazer no Clube Naval, que como me lembram várias vezes, não é só botes baleeiros.

A saída foi muito boa, pela primeira vez estava a tripulação toda que vai à Graciosa, estava uma tarde belíssima e a cada vez que se sai melhora-se e aprende-se. Não estou nada ansioso por causa do campeonato, primeiro porque não sou eu o oficial, depois porque não andamos aqui para ganhar regatas , só manter aqueles botes a navegar e conseguir levá-los à rampa para participar e marcar presença com os outros todos já é um objectivo que se alcança. Também é importante ter mais uma actividade saudável para os mais novos e menos novos e dar animação ao porto , que tem tido uma dúzia de iates e onde já se nota , finalmente, que o Verão chegou.

Ainda fui à Ponta da Fajã, a pretexto de levar umas cervejas artesenais a uns amigos porque anda mouro na costa e mais não digo. As hortências estão prestes a explodir e o trânsito aumenta a ponto de se verem três carros em fila para entrar num cruzamento.

E ao fim do dia é que fui ver as notícias, e por “notícias” quero dizer o twitter e alguns sites de jornais. Vi que a selecção nacional ganhou outra competição, já jogam sem eu saber em competições que eu nem sabia que existiam , mais um sinal claro de que estou quase curado na doença da bola.

Nem vi nem soube de cerimónias comemorativas, aquela pompa do Estado que só serve para o Estado de glorificar a si próprio e suscitar admiração e respeito. Nenhuma daquelas almas penadas, insignes representantes do Povo, podia dizer ali nada de verdadeiramente relevante ou novo, estão ali só para que  nos lembremos que o Estado e a Nação são eles. De resto o Povo, sendo feriado e havendo festa, “adere”.

Li o discurso do João Miguel Tavares, que foi aclamado por toda a gente lúcida e sensível e criticado por alguns  pirrónicos por uma questão de princípio. Não me lembro de um discurso assim, um retrato tão claro e simples do nosso país, mas também é verdade que não presto assim tanta atenção aos discursos do 10 de Junho. É pena que não passe de um discurso e também duvido que mesmo que  fosse feito por um Primeiro Ministro convicto alguma coisa de fundamental fosse mudar.

Gosto muito de ser português, gosto de viver aqui e não me imagino em mais lado nenhum mas não tenho orgulho particular nisso, especialmente porque não escolhi ser português e é estranho ter-se orgulho num acaso.

Por outro lado, o país é feito por todos nós, a soma das nossas vontades, acções e interacções, culturas, pensamentos, ideias e trabalho e creio que tal como nos castigamos e reprovamos como país nas misérias também é legítimo sentirmos algum orgulho quando vemos as coisas de que gostamos em Portugal. É preciso cultivar essas.

Responder

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s