Início » Estado » Outra vez

Outra vez

Os protestos, manifestações, motins e arruaças são uma tradição francesa, e políticos a ceder sob pressão também  . Desde que me lembro de acompanhar política que vejo  tentativas e propostas de reforma que são anunciadas como cruciais e pouco tempo depois são abandonadas porque há muita gente na rua, e a rapidez com a qual são abandonadas é proporcional à violência das manifestações. Dantes só os sindicatos dos transportes conseguiam encravar o país e assim chantagear o governo para manter a sua situação priviligiada, agora está ao alcance de qualquer organização formal ou informal que reúna os números e cause os danos necessários. Não há nenhuma medida de nenhum governo que não possa ser apresentada como prejudicial, pelo que é tudo uma questão de convencer um número suficiente de pessoas de que é uma coisa óptima ou uma catástrofe. Hoje em dia é muito mais fácil de fazer qualquer dessas coisas e os que trabalham em função de narrativas simples levam sempre vantagem.

O Macron enganou muita gente, incluindo a mim, com uma imagem, percurso e discurso que prometia uam mudança na política como de costume e prometia vontade  de mudar mesmo que isso doesse. Não cedeu logo à primeira mas foi quase , e declarou uma moratória de seis meses no aumento dos impostos. Os franceses podem ter o seu  festival de consumo da época sem se procuparem muito com os 20 ou 30€ a mais que iam gastar na gasolina e que foi o suficiente para incendiar carros e bloquear a via pública. Os manifestantes podem justamente declarar vitória em toda a linha,  preparar-se já para mobilizar para a próxima medida que lhes desagrade e instituir  na prática o Governo pela Multidão.

Observemos um minuto de silêncio pela democracia representativa e pelo eclipsar de qualquer resquício de coragem que ainda houvesse nos políticos que nos governam, que não se importam de inverter uma decisão que há poucos dias diziam ser estudada , justificada e necessária e nunca , mas nunca querem falar das verdades inconvenientes nem tomar decisões difíceis. Eles têm o futuro assegurado, o resto das pessoas não, e não há motim nem manifestação que mude isso.

 

 

Responder

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s