Início » jornalismo » Milagre!

Milagre!

Se fosse precisa prova de que ver notícias pela televisão não serve para ficarmos informados esta história dos miúdos presos na gruta veio reforçar a ideia. Durante não sei quanto tempo não se falou de outra coisa, desapareceram assuntos que há pouco eram gravíssimos, tal como no mês passado não falaram de outra coisa sem ser do Sporting, e o que é interessante é que vai tudo em manada. É como as minhas ovelhas, para as levar para algum lado basta-me que uma arranque numa direcção, as outras vão logo todas atrás, nunca falha. Na imprensa é o mesmo, começa um a falar, começam todos e em pouco tempo todos os canais estão a falar do mesmo. Ridículo.

Seria altura, penso eu na minha ignorância, para um director de informação de um canal decidir cobrir outro tópico e ser alternativa, mas não. Parece que têm medo de falhar se não falam do mesmo que os outros todos falam, e como a relevância de qualquer tema é bastante subjectiva, isto torna-se um bocado doente.

Quase todos os dias a meio da manhã vou beber um café e nesta semana todos os dias, quando olhava para a televisão o tema era a caverna da Tailândia. Amanhã será outra coisa qualquer, vão uns a reboque dos outros e só largam quando os outros largarem.Vi especialistas em meditação a explicar como a meditação pode ter ajudado as crianças, vi   mergulhadores a explicar em detalhe penoso o que é aparente para toda a gente em cinco segundos (é difícil e perigoso mergulhar em cavernas) e vi os órgãos de comunicação social a enviarem pessoas à Tailândia, porque é sabido que se não tivermos um tuga em directo no local não somos capazes de perceber o que se está a passar só com a informação que chega de lá. Gastaram rios de dinheiro para acrescentar ZERO, não me admirava nada que tivessem entrevistado um português de férias na Tailândia para dar a sua opinião abalizada e pertinente ou encontrado um tailandês que tem um primo que um dia passou pelo Portoe  que estava chocado e esperançoso.

Espero que alguém  tenha perguntado que raio de ideia  é ir enfiar-se numa caverna reconhecidamente perigosa com um grupo de garotos, mas se o professor é um herói para os Tailandeses não serei eu a acusá-lo de inconsciência e irresponsabilidade, eles é que sabem e a eles é que  diz respeito. Salvaram-se todos, herói. Se morressem todos, vilão, mesmo que ele tivesse feito exactamente a mesma coisa. Curioso. Também fica mais uma para a longa lista de respostas que tenho para dar a quem periodicamente se interroga “mas as Forças Armadas servem para quê, mesmo?” .

Igualmente curioso mas muito mais divertido é o título desta notícia do Público de hoje : Milagre ou ciência?Não se sabe .  Não se sabe??  Milagre seria os 13 tivessem aparecido à entrada da gruta sozinhos sãos e salvos, ou se  as águas tivessem descido sem explicação, mas  atinge-se um cúmulo quando se chama milagre a uma operação internacional de resgate da qual se conhecem todos os passos, todos os intervenientes, todo o equipamento e métodos usados. Sabemos como desapareceram, como sobreviveram, como foram encontrados e como foram resgatados e nada em nenhum passo sugere intervenção sobrenatural, mas nunca falta quem queira agradecer o que não percebe ao que não conhece.

Tenho uma pergunta para os defensores de tese do milagre na Tailândia:

O Vaticano avança que os bispos católicos do Congo lançam um apelo para que se salvem milhares de crianças que morrem de fome, neste preciso momento.  O mesmo  deus omnipresente e omnipotente que tornou possível o salvamento de  12 miúdos tailandeses presos numa caverna  está a deixar morrer milhares de crianças à fome no Congo de tal maneira que  até os seus vigários na Terra apelam aos Homens que façam alguma coisa, porque pelos vistos deus não é capaz. Ou não tem tempo. Ou não quer. Alguém quer avançar uma explicação para isto? Ah,  não se incomodem, já sei : as vias do Senhor são misteriosas. Corre tudo bem: Aleluia, Deo Gratias. Corre tudo mal : ah , humanidade malvada. Ninguém me explica isto.

Anúncios

One thought on “Milagre!

Responder

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s