Início » Sociedade » Ciganos

Ciganos

Como não acompanho o ritmo das televisões não sei o que é que trouxe os ciganos outra vez para o debate, mas temos aí o politicamente correcto em grande forma.As acusações voam, .os vigilantes do pensamento e do discurso saíram em força, o Bloco de Esquerda arvora-se outra vez em Campeão da Justiça.Com a hipocrisia e falta de vergonha que lhe assiste deixa passar em claro problemas nacionais graves (siresp, Tancos, etc) para se eriçar quando pessoas criticam uma minoria, isso sim , problema nacional sério, para quem não acha que a liberdade de expressão se sobrepõe ao valor das opiniões. Aqui há cinco anos chamava-se  nazis aos alemães e puta à Angela Merkel entre risadinhas inanes , tudo bem , mas aqui d’El Rei se alguém diz que os ciganos parasitam o Estado.

Passam os anos e nada muda, deixo aqui um texto de 2007 com a minha opinião sobre  ciganos.  Para o caso da Inquisição me querer vir bater à porta por causa das minhas opiniões: Avenida do Emigrante 40b , Lajes das Flores.

Passei quinze diazinhos em Londres , cidade que desde os último alargamentos da União Europeia teve um influxo enorme de imigrantes , maioritariamente da Europa de Leste.Isto foi passando sem problemas de maior , principalmente porque os benefícios da emigração em geral são aparentes , especialmente numa Grande Cidade.Até que entrou a Roménia, com a sua minoria Roma , que nós conhecemos como ciganos.Enquanto os emigrantes vêm para trabalhar e acatar as leis do país, só os pobres de espírito e ignorantes podem ser contra eles seja qual for a cor ou religião . Mas isso não se passa nem nunca se passou com os ciganos , e as pessoas em geral , aqui ou em Inglaterra , mesmo correndo o risco de serem chamados xenófobos, não gostam deles. Em Itália houve recentemente uma “crise” por causa de centenas de milhar de ciganos romenos que , abertas as fronteiras , foram acampar para os arredores das cidades ocupar-se de actividades tão necessárias como a lavagem de pára brisas nos semáforos, mendicância e pequenos roubos. “estás a falar sem saber e a generalizar perigosamente” , podem-me dizer. Generalizar talvez , mas ao contrário da maior parte dos escribas e jornalistas do politicamente correcto e dos académicos que falam sobre ciganos , eu vivi perto de um acampamento de ciganos , existe uma “comunidade” considerável na minha terra e desde miúdo que convivi com a espécie.Fui roubado, insultado , agredido , sem razão nenhuma , eu e centenas, desde os tempos de miúdo na escola até à altura em que felizmente mudei de casa ,e nada disso foi compensado pelo preço módico das calças de ganga na feira. .O acampamento lá ficou, com os Mercedes , os tiros , a electricidade e àgua roubadas e o a imundice geral. E já estive na Roménia onde pude ver a comunidade na origem.Medonho.
 
O DN de dia 19 deste mês traz uma notícia que achei espantosa, não pelo teor dos factos mas pela maneira como é relatada.O título é “Autarquia estuda futuro de estação ferroviária ocupada e degradada”.
Então a estação de Moura foi abandonada há 18 anos e ocupada há 10 por um clã de ciganos.Uma comunidade.Ilegalmente, como é natural.Segundo a notícia , a estação está em “avançado estado de degradação” , os habitantes de Moura queixam-se (pedindo naturalmente o anonimato, dadas as características da comunidade em causa) mas a primeira queixa e crítica é para as autoridades. O chefe do clã , que se estabeleceu em propriedade alheia há uma década e nessa década não mexeu uma palha para tornar aquilo mais habitável “garante que sair dali não é coisa fácil” e a companheira diz que “se me derem umas casas ou um bocado de terreno para fazer uma barraca, entramos num acordo para sair daqui.Tenho ali coisas de valor que não vou pôr na rua” . Se me derem. Não pagam impostos , não mandam as crianças à escola, não pagam àgua , electricidade ou rendas , ignoram detalhes como cartas de condução ou seguros , os ciganos , como toda a gente sabe mesmo sem ter tido o privilégio da convivência proxima, são um grupo à parte , separado, e que se quer manter assim.Não quer, não lhe interessa a assimilação e é raríssima a familia que faz um esforço nesse sentido .Não tenho problema nenhum em saber que os ciganos não querem nada com o Estado e queiram manter a sua “pureza étnica”.O que me incomoda é que não querem nenhuma das obrigações mas estão prontos a reclamar benefícios que não fizeram absolutamente nada para merecer.Nada.Nem sequer fixar residência legalmente , como toda a gente.
O que é que aconteceria se algúem (tipo a Refer) quisesse cumprir a lei no caso de Moura , fizesse uma queixa e pedisse à GNR para evacuar a propriedade ocupada ? Algúem se lembra do clamor que foi por Braga aqui há uns anos, com outro clã de ciganos que até meteu o governador civil muito escandalizado e indignado a gritar “Perseguição, racismo , intolerância , aqui de’El Rei”.Haver BMW´s à porta de barracas parece ser natural .A poeira assentou e passados 15 dias lá foi a GNR encontrar quantidades de drogas ilegais , artigos roubados e/ou falsificados e armas de vários calibres.Nenhum jornalista se lembrou de ir pedir um comentário ao governdor civil sobre a comunidade perseguida. Ele também teve juizinho e desapareceu do radar , deve estar em Bruxelas , se calhar a trabalhjar na política europeia de imigração.
Deixem-me adivinhar o que vai acontecer em Moura….O presidente da camara é do PCP e nunca fará absolutamente nada que faça parecer que é um caso de autoritarismo ou racismo. No que lhe diz respeito, não é o caso ideal para fazer cumprir leis e impôr a ordem natural das coisas . O mais provável é pegar em dinheiro ou propriedade dos contribuintes e oferecê-los a esta comunidade , cuja contribuição para o progresso , bem estar e qualidade de vida em Moura é evidente , perguntem a qualquer pessoa que encontrem lá na rua.
-A comunidade vai deixar para trás a estação em escombros , instalar-se noutro lado sem que ningúem questione nada ( a não ser gente como eu , e baixinho porque não gosto de ser acusado de racismo nem quero levar uma carga de porrada quando estiver a voltar a casa uma destas noites) e continuar a dedicar-se às actividades tradicionais e seculares dos seus membros, que estão muito bem documentadas ,estudadas , referenciadas e conhecidas .
Se o verbo judiar é hoje um daqueles anacronismos que ouvimos da avó que tinha ouvido da avó dela na transmissão dos preconceitos que a realidade desmentiu ao longo do tempo , parece-me que enciganar vai demorar mais a perder o significado. Os cidadaõs pacatos, trabalhadores e contribuintes de Moura estão prestes a ser enciganados.
Anúncios

2 thoughts on “Ciganos

  1. Epa ridículo o bloco processou o gajo por violar a liberdade de expressão!! !???
    O mais engraçado e que os ciganos odeiam os ciganos romenos ( uns vendem droga falsa outros são carteiristas) e nunca vi ninguém do bloco a querer processa Los por ofenderem uma minoria.

    Liked by 1 person

Responder

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s