Início » animais » Verão

Verão

Começa hoje o Verão e bombeiros, empregados das televisões e jornais e alguns jornalistas estão preparados para mais uma época num país em que a época dos incêndios é como uma época desportiva, sabe-se que vai sempre haver jogos e espectadores e audiências  nesta altura.Não me vou alongar muito sobre isto porque receio bem que toda a gente esteja saturada do tema, quero só lembrar umas coisitas:

– Noutros países da OCDE (para nos separar do verdadeiro terceiro mundo) já houve governos a cair por causa de respostas falhadas a catástrofes naturais ou humanas. No nosso caso acresce que a pessoa que nesta altura nos lidera foi, entre vários outros cargos, Ministro da Administração Interna, com  responsabilidade directa sobre o combate aos fogos. Ardeu antes dele, durante e depois, pelo que podemos perguntar o que fez ele pela resolução do problema , além de assinar ajustes directos para comprar equipamento deficiente por fortunas? Também foi ministro da Justiça, que também tem alguma coisa a dizer sobre o problema, e agora é o primeiro dos ministros, pelo que num mundo sério o dr. Costa teria muitas explicações para dar e contrição a mostrar. Não esperemos nada, a ter falhado alguém foram outros, nomeadamente o governo anterior. O governo anterior ao governo anterior já não se deve poder culpar, prescreveu…

-Um dos alvos preferidos na busca de culpados  é  Assunção Cristas e a sua decisão de “liberalizar” os eucaliptos, é um alvo fácil. Não sei que percentagem de floresta ardida em Pedrógão era de  eucalipto mas o que sei é que as fábricas de celulose têm  milhares de hectares de eucaliptos que nunca ardem, pelo que suspeito que o problema não está só no eucalipto. Não gosto da sra Cristas nem pintadinha de azul celeste e os eucaliptos têm a sua quota parte de culpa mas há coisas mais importantes…

-…Como a desertificação do interior, contra a qual nada se faz de relevante e eficiente, nem estou certo de que se poderia fazer, tendências demográficas não se controlam por decretos lei. O que sei é que TODOS os partidos trabalham em primeiro lugar para as cidades (Quantas estações de metro novas? Aeroporto?), que é onde estão os votos,  e muito raramente se lembram ou querem saber dos poucos que ficam perdidos e abandonados atrás de montes e vales.

-Por último, enquanto eu  escrevia o post anterior  o presidente e PM diziam que tinha sido feito o possível . No caso do Costa , é de lembrar que é a mesma abordagem que teve quanto às cheias em Lisboa quando era presidente da Câmara: “não há nada a fazer, são desastres…” . Hoje vejo que o Presidente já tem outro discurso e já exige que se reavalie tudo, como eu tinha “pedido” mostrando nada mais do que  senso comum e sem ver 1 minuto de televisão ou comentário profissional. Gostava de saber o que é que o fez mudar de “fez-se o possível” para “falhou muita coisa e há que repensar tudo” em dois dias. Qualquer pessoa lúcida teria dito isso bem alto assim que chegaram as primeiras notícias de mortos e habitações destruídas . Não se pode confiar neste homem para nada além de abraços, aconchego, apaziguamento  e palavras de circunstância, espero bem que isso seja finalmente claro para todos.

É angústia o que sinto por aquelas pessoas, e basta-me ouvir ou ler uma frase. Uma prima psicóloga foi para lá dar assistência e contava de uma velhota que lamentava “as suas coisinhas”. Parte-me o coração porque há muitas , muitas coisas que não se pagam com dinheiro nem se substituem. Se não vivesse num sítio imune à praga dos incêndios ralava-me muito com isso, porque vivo numa casinha pequena e isolada, cujo valor mal chega aos cinco dígitos e alguém que entre em minha casa e não dê valor a livros pode facilmente concluir que eu vivo na pobreza. Mas se a minha casa ardesse podiam dar-me cem mil euros que nunca iam trazer de volta as minhas coisinhas nem curar a angústia de perder o que, pouco ou muito, é nosso , foi feito e acarinhado por nós e escora a nossa vida. Não há donativos nem solidariedade que tragam isso de volta àquelas pessoas. Nem quero falar dos animais.

Voltando ao Verão que pus no título, é bem vindo, choveu aqui toda a Primavera e houve bastante mau tempo, pela primeira vez este ano olho para a previsão e vejo uma semana inteira de sol e brisa amena, é um consolo.

O cordeiro enjeitado vive, a colaboração com a senhora holandesa não correu muito bem e ao fim de dois dias trouxe tudo de volta a casa. Gosto que me ajudem, peço ajuda quando preciso mas não sou capaz de ver que é  demasiado esforço ou drama. Pensei que tinha ficado claro o que é que envolvia alimentar o bicho segurando a mãe ( que é grande e forte e protesta) durante 15 minutos de 5 em 5 horas. Se é para ter que ouvir que é difícil e não sei quê todos os dias e ver expressões angustiadas como se estivéssemos a falar de um bebé humano, dispenso, obrigadinho, eu tomo conta dele.

Vai em quase 15 dias, o mais difícil está feito e dentro em pouco já vai tolerar leite de vaca, aí levo-o de volta à minha amiga holandesa, pegar no pequeno e dar-lhe o biberom ao colo já se adapta melhor à noção urbana do que é salvar um animal e custa pouco. Estou contente porque o bicho já tem destino, eu vendo todos os machos e acabam todos no talho, é natural que este me fosse custar muito mais mas já está vendido para uma casa de estrangeiros onde vai passar o resto dos seus dias como cortador de relva, fiquei satisfeito.

Entretanto no mundo dos botes da baleia, fui transferido para a tripulação do segundo bote do clube para ser oficial. Dentro de uma semana esse  bote vai de navio para Santa Maria, onde vamos participar numa regata dentro de 15 dias. Saímos com esse bote uma vez, não foi nada bom, pelo que estou a antecipar uma humilhação em Santa Maria mas todos os meus amigos me dizem homem não te rales, aquilo é mesmo assim, é participar numa festa. Já desistiram uns, já se encontraram outros , esta tarde vamos sair pela segunda vez e nem tenho a certeza de que numa semana conseguimos dar uma volta a um circuito de três bóias quanto mais fazê-lo num tempo decente e sem confusão, mas não se pode fazer nada a não ser sair quando for possível nesta semana   e  dar o nosso melhor.

Anúncios

Responder

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s