Início » America » Prevaleceu a Razão

Prevaleceu a Razão

No Dakota não houve mais momentos dramáticos nem  escalada de tensão até à última hora , o Corpo de Engenheiros do Exército anunciou que não vai deixar passar o oleoduto nas terras em questão , o traçado vai ser desviado , as forças de segurança já desmobilizaram e houve fogo de artifício no acampamento dos Protectores da Agua.

 

Pelo menos desta vez a máquina não passou , e eu fiquei satisfeito , não por acreditar que os problemas ambientais vão diminuir e a água vai ser mais defendida pelo Estado nem  por acreditar que  um desvio de 100 ou 500kms resolve o problema . A probabilidade maior é que a administração Trump reverta a decisão . Tal como os agravos feitos aos índios não se resolvem dando dinheiro aos índios , a ameaça à água não se inverte cancelando um projecto industrial.

Fiquei satisfeito por ver o Estado admitir que não podia resolver a questão pela força  e recuar na face de pessoas que do seu lado não tinham mais que do força moral e convicções fortes.  Gostei de ver a determinação dos manifestantes , a dos índios compreende-se bem , mas a das centenas e centenas de pessoas que foram para os confins do Dakota em Dezembro , gente de todos os cantos do país , só para estar ali .

Nada disto seria possível sem tecnologia moderna , a mesma que na sua base tem o líquido que é transportados nos oleodutos. A mobilização , a cobertura mediática , as organizações populares, a logística , as comunicações , os SUVs e aviões que levavam os manifestantes para Standing Rock . Esta é a contradição com a qual temos que lidar constantemente : o mal que nos fazem as coisas que nos fazem jeito.

Se se procurar nos arquivos deste blog a palavra “manifestante” não se encontram muitas referências simpáticas , por várias razões , a principal  é a enorme futilidade e inconsequência da esmagadora maioria das manifestações e protestos que vejo. Estou mais habituado a ver seis autocarros de sindicalistas a encravar os trânsito por causa de 2% no subsídio de almoço ou gente que interrompe políticos com canções de protesto no meio de actos oficiais insignificantes . A ver manifestações que começam quando chegam as televisões e dispersam quando os jornalistas , tendo recolhido o seu soundbyte e conferido com isso importância à manifestação , se vão embora. A ver a imprensa tratar seis pessoas a ralhar como um protesto popular .A  ver enormes manifestações  , como na Grécia , a protestarem  , às vezes violentamente , contra o inevitável.

Por isso simpatizei com estes manifestantes e esta luta :  por ser clara , inequívoca ,  inflexível ,  pacífica e com resultados muito fáceis de medir : ou ganhamos e aquilo não passa , ou aquilo passa e perdemos. Por ser simples : o que há a fazer é ficar aqui . To stand.  Por dizer  respeito à água ,  diz-nos respeito a todos. Por ser uma luta dos índios em particular , se se pode falar em mérito histórico , está ali.

Dá um certo alento , do mesmo modo que um desfecho violento teria deprimido , saber que há muito espaço ,  especialmente com esta tecnologia que nos assiste , para fazer a diferença , para organizar oposição , para contrariar o Estado e as Indústrias poluentes ,  para parar algo “mau” . Dá alento ver confirmado que , pelo menos no Ocidente , o Estado não é todo poderoso .  Que as pessoas se importam  , que o mundo está , potencialmente , a ver , e se as pessoas  virem que a causa é justa e a escolha clara ,  vão-se manifestar ,  informar e apoiar.

Por um fim de semana quase que estava a tornar-me ambientalista , isto não pode continuar.

Anúncios

One thought on “Prevaleceu a Razão

Responder

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s