Início » Uncategorized » Hawaii

Hawaii

A primeira novidade já não é bem novidade, já tinha sabido antes de chegar: a lesão do ombro do skipper “obriga-o” a voltar a casa , não vai fazer o resto da viagem e assim fui “promovido”.  No cruzeiro de uma semana com o proprietário em Kauai já sou eu que vou estar no  comando , e igualmente na viagem daqui para Los Angeles em Setembro.

Faz amanhã uma semana que chegámos , tem-se trabalhado durante as manhãs a limpar e preparar o barco para o cruzeiro mas tudo num ritmo ligeiro , e hoje temos o dia todo , outro dia todo, sem fazer nada porque vieram duas especialistas limpar o interior .  O proprietário chega terça feira com um primo e nesse mesmo dia saímos para uma marina na ponta Oeste desta ilha , para então no dia seguinte fazermos a passagem para Kauai , nem chega a levar um dia. Estou entusiasmado com isso , estas ilhas são lindíssimas.

Temos passeado bastante, já visitei Pearl Harbor , a base naval americana que os japoneses bombardearam em 1941 e que causou a entrada dos EUA na II Guerra Mundial. Foi um dos maiores erros de cálculo da História , da parte dos japoneses que acharam que destruíam a frota americana do Pacífico e com isso quebravam a determinação e possibilidades dos americanos. Correu-lhes mal.

Uma parte grande da base é um centro de visitantes com memoriais não só aos homens e barcos destruídos no ataque mas a todos os navios perdidos no Pacífico durante a guerra , gostei muito do nome deste submarino.

13882333_10154432696525477_4967051389295173627_n

Achei piada a ver familias a tirar fotografias sorridentes em  frente a torpedos , é um bocado macabro mas é verdade que a maior parte das pessoas não sabe o que é um torpedo ou não consegue imaginar o que eles fazem. O centro de visitantes estava cheio, felizmente fomos a um dia da semana , e outra coisa que achei curioso foi o número de visitantes japoneses , porque para a maior parte das pessoas o ataque japonês a Pearl Harbor é um dia que , citando o Rooselvelt , fica na história como um dia de infâmia e parece-me um pouco esquisito visitar o sítio onde os nossos avós cometeram infâmias. Este ataque não só condenou os japoneses a médio prazo como mudou o destino do Hawaii, que passou a ser fortemente defendido e ainda hoje é a base das forças americanas do Pacífico. De qualquer maneira , a longo prazo a derrota do Japão resultou bem para eles , acabou com o feudalismo e modernizou um país que é hoje o que sabemos. Um personagem de um livro que li há pouco dizia que “a melhor coisa que pode acontecer a um país é perder uma guerra com os Estados Unidos ” , valeu também no caso da Alemanha mas já não se aplica às guerra contemporâneas, ver o caso do Iraque.

Aprecio o Japão e a cultura japonesa e a história de como a comunidade japonesa no Hawaii enfrentou a guerra é extraordinária. Não só aguentaram opróbrio , insultos e ostracismo como  milhares de jovens  , nascidos aqui mas de pais japoneses , moveram  céus e terra para os deixarem alistar-se , negaram-lhes serviço na marinha mas criou-se um regimento de infantaria constituído exclusivamente por soldados de ascendência japonesa que foi mandado para a Europa , lutou na Itália e na França e foi de tal bravura que se tornou a unidade mais condecorada de sempre ( para o tamanho e duração de serviço) na história de todas as guerras americanas.É  uma daquelas histórias que Hollywood não conseguia inventar.

Outra coisa do Japão que sempre me encantou  foram as gueixas , e quando soube que os japoneses estavam aqui em força pensei logo, olha se calhar é desta que vou a uma casa de gueixas. Muita gente acha que as gueixas são prostitutas mas não é bem assim , uma gueixa está para uma prostituta como um cozinheiro de um restaurante com estrelas michelin está para o gajo que avia bifanas numa roulote. Não vou entrar em detalhes   até porque para os curiosos basta pesquisar “gueixa” e ficam a saber tudo. Ainda não foi desta que realizei a fantasia da gueixa e provavelmente nunca vai acontecer  mas foi engraçado procurar e saber que não estava assim tão longe.

Demos uma volta toda à ilha , é espectacular , também têm fajãs mas são gigantescas , cabem lá cidades. Parámos em casa de uns amigos do capitão, cuja vista da varanda era esta :

IMG_20160819_112803

Tive que ouvir a senhora a contar-me uma quantidade imensa de coisas que eu já sabia e fazer um esforço por mostrar-me interessado até que quando chegámos aos portugueses no Hawaii  tive que lhe dizer que tinha lido umas coisas sobre o assunto . Já me estava a cansar , como me costuma cansar facilmente um tom didáctico e do tipo guia turístico, quando é nítido que estamos a ouvir uma peça que já foi repetida mil vezes. Além disso brancos a pronunciar ava-hí  em vez de auahí como se diz em inglês há 200 anos é de um pedantismo enorme.

Para além de apelidos como Machado e Rocha , das malasadas , do chouriço e do cavaquinho já não se encontra por aqui mais vestígio de Portugal, talvez um ou outro traço fisionómico . Os últimos emigrantes vieram em 1915 , já está tudo mais que misturado e diluído , entre polinésios , norte americanos , portugueses , alemães , noruegueses , chineses , japoneses e filipinos  fizeram aqui uma caldeirada que resulta muito bem esteticamente. Dito isto, as misturas não são muito comuns e nas gerações anteriores era impensável um branco casar com uma chinesa ou um japonês com uma filipina.

Toda a semana tenho visto transmissões dos jogos olímpicos no bar do iate clube na esperança de um vislumbre qualquer de Portugal mas o mais perto que cheguei foi ver um gajo na bancada com uma camisola do Sporting. Não estranho que não ganhemos nada   e sejamos obrigados a ficar contentes com uma medalhita de bronze, só quem não conhece Portugal pode esperar diferente , cada medalha é um milagre e não é por falta de vontade ou dedicação dos atletas , é porque não há condições para o desporto além do futebol , muito já fazem eles. Fiquei satisfeito por ver que os jogos correram muito melhor do que pessimistas crónicos como eu esperavam , ainda bem que não houve dramas e que se fez tudo, e ainda por cima ganharam medalhas , uma semana de festa no Rio.

E é isto, daqui por dois dias zarpo para Kauai , agora a vida é diferente , acabaram as férias.

 

Anúncios

Responder

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s