Ainda vi pouco ou nada das Fiji mas já estive a ler a imprensa e passaram-se coisas interessantes nesta última semana.

  • Parece que na semana a seguir ao triunfo de Paris Portugal ganhou medalhas e campeonatos em tudo o que havia para ganhar , não sei de onde é que veio esta febre de vencer , é como se estivéssemos a acumular pressão e agora fosse tudo de uma vez. O Presidente da República , com a tendência a condecorar tudo o que mexe, tem muito que fazer . É deixar o homem entreter-se com isso , talvez dar-lhe um espaço semanal de comentário num programa de actualidade desportiva.
  • Costumo ver as primeiras páginas da imprensa nacional aqui , é interessante ver como continuamos a virar a página da austeridade . Nada indica que a situação económica do país tenha melhorado ou tenda para melhorar mas não deixa de ser possível dizer que se “virou a página da austeridade”porque virar a página também significa continuar a ler a mesma coisa, só se passou para a página seguinte.
  • Tive que ir ver o que era um pokemon, tinha uma vaga ideia de ouvir o meu sobrinho falar sobre isso quando ele era garoto. Ao que vejo agora é um jogo que envolve andar pelas ruas à procura de bichos virtuais com o telemóvel e parece que deixa muitas pessoas irritadas . Temos uma população que passa grande parte do tempo livre sentada em frente à televisão ou a olhar para o écran do telemóvel e isso não incomoda ninguém , foi aceite como a ordem natural das coisas. Aparece um jogo que faz as pessoas andar na rua , olhar para a rua e falar umas  com as outras , é uma polémica e um problema e há que criticar. Mais vale nem tentar perceber.
  • Atentados de vária ordem , um gajo entra num comboio com um machado aos berros ” Deus é grande” e mata não sei quantos , outro pega num camião e atropela dezenas enquanto ouve o Corão , mas há que tentar perceber as motivações das pessoas , não generalizar nem ser preconceituoso , não há nada que indique fundamentalismo religioso, temos que ser tolerantes, e visto por certo ângulo a Europa estava mesmo a pedi-las. Estes apóstolos da tolerância sem limites estão a fazer um rico trabalho,  só é pena não irem pregar a tolerância e a compreensão para sítios como a Arábia Saudita e a Turquia.
  • A mulher do Trump leu um discurso na convenção republicana e parece que partes desse discurso eram iguais a um da Michelle Obama aqui há uns anos, e é o assunto do dia, indignação e escárnio. Como há poucos aspectos a criticar na ascensão do Trump , agora agarram-se a uma trivialidade , como se algum político moderno de algum país grande escrevesse os próprios discursos .Como se a opinião de uma gaja que ganhou a vida à custa do belo corpinho casando com um degenerado cujo principal atractivo é ser rico ( história velha como o dia) ,  interessasse para alguma coisa. Política espectáculo e o que é verdade é que funciona, é incrível.

São agora nove da manhã , começámos às 7 e o trabalho do dia está feito, vamos agora ver Nadi , a cidade mais próxima, e temos o resto do dia livre, coisas interessantes vão acontecer e para a próxima entrada já não chateio ninguém com política.

Anúncios

Responder

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s