Início » Barcos » Antípodas

Antípodas

Daqui por um mês vou à Nova Zelândia , a um porto chamado Opua onde está um barco com destino a Los Angeles. O capitão é um conhecido meu , perguntou-me sobre potenciais imediatos , eu pensei uns dias e disse que  ia eu.

Há 3 anos  falei aqui sobre travessias , a desse ano em particular , e concluí a afirmar que nunca mais navegava sem ser como comandante.  Bom , várias  coisas me fizeram mudar de ideias e decidir fazer esta viagem . Primeiro , atravessar o Pacífico é uma coisa que eu quero fazer há muito tempo , não ia ficar a lamentar se nunca o fizesse mas é uma travessia que faz  sonhar todo o marinheiro  e oportunidades destas não abundam. Depois , estes últimos  meses foram bastante intensos em navegação , desde Abril do ano passado fui duas vezes da França atlântica à Croácia , atravessei duas vezes o Atlântico de França até à Florida , e o Índico das Seychelles às Maldivas . Isto faz acumular muita tensão e criar fadiga de decisões , pelo menos a mim faz. Quando estou num barco,  todos os dias há uma data de escolhas a fazer , situações a avaliar  e decisões a tomar ,  acontecem coisas 24 horas por dia. A responsabilidade de tudo é minha e a responsabilidade pesa , pesa e frustra quando não há grandes  meios nem compensação adequada.Por isso torna-se muito interessante nesta altura embarcar como imediato, o gajo que tem que saber fazer tudo mas não tem que decidir  nem preocupar com nada e recebe à mesma no fim. Vai ser um descanso , ainda por cima porque há mais dois marinheiros, só tenho que ficar atento ao barco e fazer as coisas na hora , eu sei bem  o que é que se exige de um imediato competente .  Isto ainda se torna melhor  porque vou receber cerca de 80% do que receberia se fizesse este trabalho como capitão para a companhia  para a qual costumo trabalhar, para que se veja a diferença de orçamentos .

Não tenho que levar ferramentas nem equipamento, não tenho que me ocupar da tripulação , não tenho que lidar com as burocracias , não tenho que  submeter relatórios nem recibos, não tenho que calcular gasóleos nem fazer as listas de compras , não tenho que fazer a inspecção ao barco , não tenho que comunicar com o armador . Isto só antes da viagem começar…em navegação há outra lista longa de coisas que não me vão preocupar , e isso é bom , porque eu preocupo-me demais. Caso ainda não  tivessem reparado.

Quanto ao turismo , vai ser pouco ou nenhum. Quando me perguntaram quanto tempo queria passar na Nova Zelândia eu disse que preferia chegar 2 ou 3 dias antes da partida . Não tenho nada contra a Nova Zelândia , muito pelo contrário, e gostaria muito de visitar o país mas visitar países custa dinheiro e nesta altura tenho coisas muito mais importantes em que o gastar , como por exemplo uns pagamentos que estou a fazer à Segurança Social que a cada mês me enchem de orgulho cívico , confiança de  que o Estado vai olhar por mim no futuro e  que está a aplicar o meu dinheiro da melhor maneira possível .

Sempre disse  que queria ir à Austrália e não  era por vontade de visitar o país , era mesmo pela viagem até lá. Isto vai ser a mesma coisa, o encanto de ir à Nova Zelândia é a viagem que vai começar lá.

 

Anúncios

2 thoughts on “Antípodas

Responder

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s