Início » Uncategorized » Adeus

Adeus

Ainda estava em Split quando recebi a notícia da morte de um amigo , ensombrou logo o caminho de casa . Aterrei em Lisboa na terça à noite e na quarta , quando planeava ir aproveitar a coincidência da visita de um velho amigo sueco a Peniche tive que ir a essa horrível função que é ver enterrar um amigo . Outro amigo ligou-me a dizer que se eu quisesse podia escrever alguma coisa para ler na cerimónia , que não ia ser religiosa . Disse que sim , passei quatro horas a tentar escrever um texto digno de ser lido num funeral e foi com  alívio que na manhã seguinte , quando cheguei à casa mortuária de Alcobaça vi que havia uma multidão , que eu já estava atrasado e que outros amigos liam já os seus testemunhos. Aliviado não só porque já não tinha que ler uma coisa que não me agradava plenamente  , numa altura de grande emoção geral , não ia ser fácil , e depois porque havia outros , mais amigos dele do que eu e que eram  até por isso mais indicados  para escrever e ler um testemunho sobre o Dave.

Tinha um grande apreço por ele , um tipo que vi pela primeira vez  há uns bons 20 anos quando me bateu à porta acompanhado de um colega a perguntar se eu tinha tempo para falar um bocadinho sobre Deus e Jesus Cristo. Se fosse hoje tinha dito “não” , e dependendo do estado de espírito do momento ainda lhes podia dar muito brevemente a minha opinião sobre as religiões organizadas e por organizar. Entraram , conversámos um bocado sobre Evolução e a Bíblia mas já nessa altura era uma conversa difícil porque o que são argumentos válidos para algumas pessoas são  absurdos para outras e não há meio termo que se encontre.

Éramos da mesma idade mas não andámos na mesma escola, e quando o voltei a encontrar já tinham passado muitos anos e o Dave era outro , ninguém diria de onde ele tinha vindo. Abandonou toda aquela tralha religiosa que tinha herdado e dedicou-se a compensar o tempo que achava que tinha perdido para ler , pensar , descobrir e entender o Mundo. Fez-se fotojornalista , correu por muito sítio , aventurou-se fosse num avião da FAP para Cabul fosse com outro amigo de carro para o Turkemenistão e pontos mais além , fosse de 4l para o Níger fosse de catamaran com este vosso criado a atravessar o Atlântico em 2008.

Chegou a editor de fotografia do Público , lugar de que eu me aproveitei descaradamente pedindo-lhe que me arranjasse umas fotos decentes da Joana Amaral Dias , ele não se limitou a procurar lá nos arquivos , esperou até fazer ele fotos que julgasse dignas.  Além de ser um romântico incurável ( ou como vi escrito no fb recentemente , era um interno romântico) adorava cantar , e fazia-o sempre que havia ocasião , e era um tipo com quem se podia falar de tudo, incluindo  de disparates ,  passar que tempos  a debitar estupidez  só pelo  prazer de nos rirmos de nós mesmos . Tinha as suas manias e peculiaridades , como temos todos , e enquanto o via ali metido na caixa a caminho de um buraco pensei que não tinha feito mal nenhum se várias vezes eu tivesse ignorado essas peculiaridades ou manias para ver o amigo por cima disso e ter mais paciência com ele . Agora é tarde.

A vida começou-lhe a correr mal e a tornar muito mais difícil do que se podia esperar ou calcular , perdeu o contacto com  a maior parte dos amigos , dir-se-ia que passou à clandestinidade, mal se ouvia falar dele. Morreu a semana passada , de uma coisa do coração .Fico contente por ter viajado com ele e me ter contado entre os seus amigos. A memória dele vai estar viva enquanto estiverem vivas as memórias dos  amigos e da família , e mesmo quando todos os que partilharam  pedaços da Vida com ele tiverem desaparecido a sua arte vai ficar exposta para todos ,  sempre. 

Anúncios

Responder

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s