Início » politica » Que seja agora

Que seja agora

Os Deolinda , uma espécie de banda oficial da luta anti austeridade , têm uma canção cujo refrão é “se é para acontecer , que seja agora” .

Era o que eu esperava da eleição do Syriza na Grécia , se havia alternativa , se havia verdadeira mudança , lá como cá , não seria com os equivalentes deles do PS , PSD e CDS que ia chegar , tinha que ser com um governo de ruptura , radical , que avançasse para fazer o que não se tinha feito ou experimentado até hoje , por cepticismo , incapacidade , medo , preconceito e um certo realismo .

Se é para acontecer , que seja agora , que o Syriza chegou ao governo com uma campanha e um programa de ruptura: Não falamos mais com a troika ; vamos voltar a expandir o sector público e as prestações sociais , a subir todos os salários , e como a dívida é injusta só pagamos parte dela , a que parte que permite continuar a contrair dívidas , que agora serão justas porque contraídas pelo nosso governo .

O primeiro ministro redentor diz “não negociamos mais com a troika!” , aplauso e admiração , assim é que é se fala , haja coragem, olhem aí os gregos a erguerem-se , mostrem à Merkel como é! Passadas duas semanas já negoceiam com a troika , mas por outro nome , a semântica já tinha resultado por exemplo na resolução do incómodo de se terem aliado com a extrema direita: é chamar-lhe outra coisa. A troika é composta pelo FMI , o Banco Central Europeu e a Comissão Europeia , o ministro das finanças está a negociar com todos separadamente mas realmente soa muito melhor assim . Depois de todas as dificuldades impostas pela troika o nome é tóxico , pelo que se deixarmos de o pronunciar e falarmos em vez disso nos seus componentes individuais em vez do todo cumpre-se logo uma promessa eleitoral e resolve-se mais um problema da Grécia , não fosse lá o berço da retórica. O que vão ter que ceder nas negociações cedem muito melhor , porque não cedem nem falam com a troika. É bem esgalhado .

O ministro das finanças , exemplo de herói político instantâneo , disse perante aclamação e admiração geral que “espera não se transformar num político” . Que bom , que nobre . Não vale a pena lembrar  que desde que a troika se constituiu para evitar o colapso de estados falidos como o nosso e o grego tenhamos ouvido mais do que uma vez dizer que a dívida  é um problema político e não económico , que são precisas novas soluções políticas e não experimentalismos tecnocratas para a Europa , ver para além dos números e tal . Este chega , diz que não se quer tornar político e o povo exulta , deve ter passado a ser uma coisa boa , ser economista e não ser político . Um gajo tem que se rir.

Já vi que chegue para pensar que vai haver teatro  mas  não vai haver drama nenhum, o Syriza vai continuar a deixar cair devagarinho as suas propostas radicais que entusiasmaram meia Europa e a adaptar discretamente o seu programa à realidade amaciando o discurso e em breve terá que fazer coisas desagradáveis ( o dinheiro acaba em dois ou três meses se não houver acordo com a troika os credores) , mas quando o fizer será porque os interesses do Povo o exigem e não por outra razão mais pedestre e tecnocrata como cumprir tratados , equilibrar o orçamento ou conter o défice . E se houver instabilidade na governação e renegar de promessas a culpa pode sempre ser dos parceiros de coligação . E dos mercados , nem é preciso dizer.

Pelo sim pelo não guardo nos favoritos o programa com que o Syriza foi a eleições e foi alcandorado a esperança da Europa , para se poder ir consultando e comparando com a realidade e com os comentários do enorme clube de fãs que tem por cá. E espero bem que essa onda de apoio se materialize numa candidatura às  nossas eleições que se aproximam , se se conseguirem entender sobre quem é o Syriza cá do rectângulo. E ilhas.

Por um lado ver que afinal não há rupturas é um alívio porque qualquer pessoa com conhecimentos básicos sobre economia e as instituições europeias sabia , mesmo que não o dissesse , que o programa a ser aplicado tal como apresentado ia desgraçar ainda mais a Grécia e causar turbulências terríveis na Europa , realmente é muito melhor que o Syriza modere o discurso e consiga arranjar espaço para a Grécia respirar e quem sabe até crescer e reformar-se .

Nesse capítulo , e como sinal e medida estruturante já se contrataram de volta as perto de 600 empregadas de limpeza do ministério das finanças , que desde a intervenção da troika devia ser uma pocilga vergonhosa . Imaginem como estarão os  prédios , ou complexos, que é preciso  contratar 600 empregadas de limpeza , ou então imaginem demagogia e populismo mais profundo do que o deste pessoal , se conseguirem.

Gostava ainda de lembrar que há 15 dias o sr.Tispras ( que diz querer permanecer na UE sem dúvidas) fez a sua primeira visita  a Moscovo. Imaginem o que teria acontecido se o Czar de Todas as Rússias não estivesse cheio de dificuldades de tesouraria e tivesse passado um cheque à Grécia permitindo-lhe fazer o desejado pirete aos credores ocidentais , em nome da amizade ancestral. Imaginem o que isso não tinha feito pela política e unidade europeia . A legitimidade democrática do governo do Syriza é inquestionável mas a do Putin é quase nula , ele já afirmou várias vezes que a Europa e o Ocidente estão em confronto com a Rússia e já demonstrou bem a sua noção de política externa e governação democrática. Era o Putin a primeira escolha do Tsipras para aliado externo , é bom ir registando estas coisas.

Estou à espera , sem pressa nenhuma , de finalmente ver demonstrada a capacidade para governar da extrema esquerda , perdão , isso já não existe , ainda não sei qual é a designação actualizada , digamos esquerda radical que pelo menos eles reconheciam-se como tal aqui há uns meses . Deve estar para breve uma nova ruptura filológica  que vai designar o Syriza por Nova Esquerda ou algo assim ( eu proponho Esquerda Dinâmica) e com isso se resolverá mais um problema da Grécia , e por extensão , da Europa . Se é para acontecer , que seja agora .

Anúncios

4 thoughts on “Que seja agora

  1. Pingback: Renasce a Esperança | Ave de Arribação

Responder

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s