Início » Agricultura » Cowspiracy

Cowspiracy

O clima está a mudar. O aumento dos níveis de CO2 é uma das causas dessa mudança . Grande parte do CO2 produzido na terra deriva da pecuária , nomeadamente da criação e exploração de vacas.

Não vi e provavelmente não vou ver o documentário mas sei que essas três afirmações são verdadeiras , tão verdadeiras quanto as pode tornar a ciência de que dispomos.

Sou dos que acha que já vamos tarde para prevenir seja o que for em matéria de alterações climáticas e os recursos seriam mais bem gastos em adaptação. Por exemplo , acho bastante curioso que ainda hoje em dia haja pessoas a comprar casas a poucos metros acima do nível do Mar ou em cima do que foi um leito de um rio , mas há e não são poucos.

É garantido que várias coisas vão mudar no clima nas próximas décadas e essa mudança , como todas , vai trazer custos e benefícios , muitos deles só se vão tornar aparentes na altura. Eu por exemplo preocupo-me o bastante com a possibilidade de a Corrente do Golfo ser enfraquecida ou desviada de tal maneira que deixe de influenciar o clima aqui no arquipélago , se não fosse por ela isto era como a Escócia , perspectiva que não me agrada mesmo nada . Não fazemos ideia das consequências a 20 ou 30 anos dos milhões de toneladas de plástico que conspurcam os Oceanos , alteram a sua composição química , matam a fauna e balançam todos os equilíbrios que existem. Os americanos andam radiantes e prosperam outra vez com os combustíveis a preços a bater mínimos de décadas , mas para isso andam as petrolíferas a injectar no subsolo milhões de litros de compostos químicos em alta pressão , processo cujas consequências a longo prazo são desconhecidas.O Brasil pode dizer que diminuiu o ritmo de desflorestamento na Amazónia mas isso é como uma equipa dizer que agora já não leva cabazes de cinco , só perde por um ou dois.

Enfim , nunca há falta de más notícias no que toca à saúde da Terra , e é muito enervante ver pessoas a apontar freneticamente culpados , porque somos todos , uns em menor grau que outros , mas somos todos.Estes malefícios e problemas ecológicos são os efeitos colaterais das nossas actividades como espécie , o preço a pagar pela vida que vivemos . Esta frase é a minha primeira candidata ao prémio “La Palisse 2015” , mas é importante pensar nisto porque às vezes as pessoas esquecem-se .

Voltando ao Cowspiracy , o documentário vem mostrar então como é que metade do Co2 que nos está a alterar o clima é produzido pela pecuária .Já havia razões éticas para não comer carne , muitas pessoas cuja escolha era determinada por não quererem fazer parte nenhuma de um processo que encara um animal como uma fonte de proteínas e nada mais. Depois há razões de saúde , muitas pessoas argumentam e defendem que é mais saudável para os humanos não comer carne nenhuma . E há uma terceira razão , o custo climatérico do CO2 e metano produzido pelas vacas .

Não nego nenhuma delas. Já vi transportes e abates de porcos , vacas e ovelhas , amadores e profissionais , e é coisa que se puder não vejo mais , e crio ovelhas cujo bem estar me preocupa e ocupa mais do que o que seria normal , mas o problema maior não é a forma de abate (olha , mais uma para o debate sobre o multiculturalismo : os muçulmanos observantes só podem comer carne que foi abatida de modo halal , que implica que o animal sangre até à morte) , o problema é o tratamento e condições dos animais das explorações industriais. Há lavradores que adoram e cuidam os seus bichos , e há gestores de fábricas de proteína viva.

Há uns vídeos muito instrutivos sobre pecuária chinesa , já de si suficientes para revirar o estômago ao carnívoro mais determinado e fazer acreditar que aos chineses assim em geral não devia ser permitido chegar-se sequer perto de animais , a propensão para os comer é uma coisa , mas a insensibilidade e crueldade são outra , os gajos abusam , perdoem a generalização.

Quanto ao argumento saúde , não sei , espero ver um estudo longo que me prove que os vegetarianos têm de facto uma vida melhor e mais saúde , e isto não se descobre perguntando aos vegetarianos , descobre-se seguindo a saúde de uns mil vegetarianos e mil omnívoros ao longo de uns 20 ou 30 anos e controlando para os outros factores todos.

Espero que este documentário se espalhe e cumpra a sua função educativa , e até que transforme as vidas de pessoas que decidem tornar-se vegetarianas ou vegans , desde que não me comecem a equiparar a um Inimigo da Terra por gostar de bifes , já uma vez uma pessoa afiliada à PETA insistiu que eu apoiava a crueldade para com os animais por comer carne , é o problema de as pessoas tomarem posições extremas e assim deitarem fora o bebé com a água do banho.

Aqui há uns anos uns cientistas criaram um bife em laboratório . Um naco de carne , quimicamente equivalente à carne “biológica” , criado sem a participação de um animal. Diziam que até sabia ao mesmo. Foram tratados de Frankensteins para baixo , e aposto que se perguntarem aos vegans que agora vêm o Cowspiracy e sorriem muito contentes consigo próprios do alto da sua superioridade ecológica , o que é que eles acham dessa experiência , se calhar  abominam tudo isso e o que está à volta devia ser proibido.

Acho que o debate e o esforço podia seguir no sentido de encontrar alternativas à carne como esse bife artificial , que talvez daqui a 50 anos seja tão comum como um hamburguer hoje , educar sobre todos estes problemas e apresentá-los como são , uma teia de causas e consequências e não uma história linear em que as acções dos maus provocam reacções dos bons.

Já há décadas que se sabe de que são e como são feitas as salsichas enlatadas , e continuam a encher prateleiras de supermercados pelo mundo todo. Comer carne não só é uma questão de hábito como de gosto , duas coisas muito , muito difíceis de alterar , especialmente quando se fala de alterar hábitos e gostos de biliões de pessoas.

Dito isto , há muitas causas que outros pronunciaram perdidas e acabaram por vencer , pelo que recomendo a toda a gente que veja o Cowspiracy e aos que decidirem mudar de alimentação , força , ao menos vão poder dizer que de facto tomaram uma atitude , fizeram uma escolha e mudaram alguma coisa.

Anúncios

One thought on “Cowspiracy

  1. Há uns meses vi o doc e é interessante, está bem feito. Mas a solução não é assim tão fácil. Um dos gajos que ele lá menciona (criticamente) é um dos que mais tenho estudado nos ultimos tempos e acho o trabalho dele fantástico, no ambito da gricultura regenerativa. É o Allan Savory. É um dos que defende (com experiência no campo já de decadas) que os animais , nomeadamente os herbivoros, são absolutamente necessários na recuperação (reconstituição) de solos e aquiferos. E para combater a desertificação. Dizem que a desertificação é o pior dos males, e que criar “erva” é a forma mais rapida de cobrir e reconstituir os solos, e com isso a agua na terra, etc. O problema com o gado é deixá-lo pastar livremente, ou o contrário, junta-lo todo parado no mesmo sitio. Ele defende um uso intensivo do gado a imitar os modos migratórios na natureza selvagem das grandes pradarias (grandes conjutos compactos, sempre em movimento). Acho esta ideia interessante.

    Enfim, isto são problemas complexos, em parte ainda misteriosos, e pode ser que a solução esteja , pelo menso em parte, nos proprios problemas…

    Gostar

Responder

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s