Início » Uncategorized » Ólhamestes…

Ólhamestes…

Ouvi na rádio que o dia nasceu na Selvagem Pequena com uma bandeira espanhola hasteada. Não ouvi muito mais e presumi que era uma brincadeira de algum espanhol que lá foi mergulhar ou passou perto e resolveu ser engraçado. Vejo agora que não se trata disso , e uma  notícia com este excelente título :   “Marinha de Guerra a caminho das Selvagens para travar “ocupação” de espanhóis” . Não é sarcasmo , acho-o bom primeiro porque se trata de uma questão importante , depois porque responde logo aos  fundamentais  quem ,o quê ,  onde , quando e porquê , e se se observassem sempre estes critérios os noticiários eram muito mais interessantes e bem escritos. E apesar de ser um bocado bombástico é factual , tantas vezes as aspas são mal usadas , aqui ficou tudo bem. Cativou-me mais , claro , porque mistura  coisas que me interessam como questões de soberania , ilhas , movimentos políticos , operações navais e a insídia castelhana  . Estou a brincar quanto a esta última , não me interessa assim tanto nem se trata aqui disso.

Então na segunda feira um grupo de 5 militantes da Alternativa Socialista Canária , grupo que propõe a independência das ilhas Canárias , desembarcou na Selvagem Pequena e hasteou uma bandeira de Espanha.

250px-Selvagens

 Explicaram que não pretendiam  “abrir qualquer conflito com Portugal, mas antes sensibilizar os portugueses para o problema das prospeções petrolíferas” , disse um  Pedro Gonzáles , porta voz do  grupúsculo ,  que explica mais à frente : ” a ANC defende a independência do arquipélago das Canárias e ,  nesse cenário, teria que se conversar com Portugal”, sugerindo que deve ser aplicada  “a lei do mar e traçada uma linha mediana com a Madeira, o que colocaria as Selvagens em águas das Canárias”.

Vamos lá a ver , então não é  “abrir nenhum conflito” , é só pretender que Portugal lhes ceda graciosamente a soberania sobre essas rochas e consequentemente sobre o mar que as circunda . Seja , não é abrir um conflito , é sugerir , levantar uma questão. A resposta a essa questão , como estou convencido que lhe podia dar qualquer português de seis anos para cima , é  Não. Os calhaus  , as lapas , as  cascas de ovos de cagarra , todos os bicharocos e musgos que lá se criam  e toda a  água à volta  , incluindo o petróleo que haveria debaixo dela se fôssemos um país de sorte ,  aquilo é nosso , sempre foi e é mais fácil chegar cá o Califado do que as Selvagens deixarem de ser portuguesas .

Uma coisa é a possível independência das Canárias , questão entre os canários e Madrid , desejo-lhes muito sucesso na sua empreitada apesar de manter para a independência das Canárias o  que disse  sobre a dos Açores ou da Escócia, mas  agora terem a lata de ligar a uma  possível independência das Canárias a anexação das Selvagens já é demais , ainda por cima com um argumento sobre distâncias medianas tão canhestro que me parece que se o observassem coerentemente iam reparar que as Canárias pertencem é a Marrocos… E a questão das prospecções petrolíferas , agradecemos a preocupação e o trabalho a que se deram para nos sensibilizar , mas acho que a maioria dos portugueses não perde muito sono com a possibilidade de haver petróleo nas nossas águas e se calhar até trocava alguns danos ambientais colaterais por duas ou três plataformas ali a bombar petróleo direito a Sines…De qualquer maneira , felizmente também temos ambientalistas , não sei se suficientes mas temos , que quando e se chegar a altura nos vão alertar e  explicar os problemas da prospecção de petróleo sem terem que vir estes gajos pôr a bandeira de Espanha nas Selvagens.

E já agora , se  lutam pela independência das Canárias e pretendem que com ela venham as Selvagens , porque é que hastearam a bandeira espanhola?

A Marinha está a caminho , como lhe compete , para “para verificar o que se está a passar, acautelar alguma segurança que seja necessária e perceber o que se está a passar”. Provavelmente quando lá chegarem já não há agitadores nem bandeiras , se houver bandeira espero bem que se filmem a arriá-la e arrumá-la para enviar com uma multa  pesada à Alternativa Socialista Canária ,( C/Calvario, 84 2º Izquierda. La Orotava , Tenerife)  porque aquilo é um parque natural , não se pode  entrar sem autorização e muito menos deixar  lá lixo coisas.

4 thoughts on “Ólhamestes…

  1. Bem dito! aliás acho muito coerente num mundo tão globalizado, onde cada vez mais países inteiros estão subjugados a outros por interesses económicos estratégicos ou outros, haverem pequenas regiões sem a mais pequena hipótese de autonomia , revindicarem essa mesma autonomia por artes magicas e com base em quê?

    Gostar

  2. Rui , temos que distinguir a Autonomia ( como a dos Açores e das próprias Canárias) , coisa necessária , legítima e que funciona , da independência que já não é nenhuma dessas.
    Isa , foi um lapso , mas corrigido porque não quero ofender ninguém 😉

    Gostar

Responder

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s