Início » Uncategorized » Expectativas

Expectativas

Na maior parte das coisas sou adepto das baixas expectativas e bastante pessimista por achar que um pessimista corre sempre menos riscos e está sempre melhor preparado que um optimista. 
Acho que uma das piores experiências e emoções humanas é o desapontamento , e se não esperamos grande coisa à partida somos não só muito mais difíceis de desiludir como apreciamos mais os resultados positivos , por os acharmos extraordinários. Vale desde as relações com o sexo oposto aos hábitos económicos , passando pelos resultados desportivos . Sou sportinguista , como tal bastante bem servido por esperar pouco sem por isso amar menos o meu clube , o que quer dizer que não tenho apoplexias nem entro em transe e desespero se passamos anos a fio sem ganhar nada, e fico muito mais satisfeito se vejo o meu clube em primeiro lugar , como agora. 
Nas viagens marítimas quase sempre sigo o mesmo princípio . “Espera o melhor , prepara-te para o pior” , é um axiomazinho muito popular entre marinheiros , soldados e outras ocupações que necessariamente envolvem estratégia e factores fora do controle humano. Eu levo isso a outro nível , não só me preparo o melhor que posso para o pior ( mesmo que se trate apenas de imaginar o pior e pensar no modo de reagir) como espero que o pior aconteça daqui a 20 minutos. É certo que isto causa uma certa ansiedade e revela um certo grau de paranóia que não é das coisas mais saudáveis , mas eu estou aqui para cumprir uma tarefa e concluir um trabalho , não posso procurar a maneira mais relaxada de fazer as coisas mas sim a mais eficiente e segura . 
Quando as coisas correm mesmo mal encolhemos filosoficamente os ombros e seguimos por um dos vários caminhos que já tínhamos delineado , quando correm bem celebramos o sucesso com mais vontade , como extraordinário como já disse atrás. Não sei se isto é recomendável a toda a gente em todas as áreas , para mim funciona muito bem e não vou mudar , pelo menos enquanto a minha actividade profissional implicar lidar com tantos imponderáveis , tantas variáveis externas e tantas forças da Natureza. Por isso desde que se acertou esta descida até ao Peru que olhava com uma certa trepidação para as últimas 800 milhas da viagem , do Ecuador ao porto de Callao , sobretudo pelas duas vezes que já tinha feito a viagem : lenta , fria , desconfortável, muitíssimo exigente do barco e da tripulação. Uma semana contra ventos fortes e frios , a bater com estrondo nas vagas de 2 e 3 metros a cada minuto , por mares cheios de pescadores , armadilhas e linhas , a fazer velocidades confrangedoras , sem portos de abrigo pelo caminho numa costa árida e desolada , uma semana sem ver sol, enfim , aquela viagem em que gostaríamos de trazer todas aquelas pessoas que acham que isto é um vidão.
 Preparei-me , preparei os donos ,a tripulação e o barco , só que me esqueci de um pormenor que não é de somenos : as duas vezes que cá vim foram em Agosto , o pino do Inverno no Sul , esta viagem originalmente estava programada para Julho , e agora estamos em Dezembro. Ah , grande navegador , nem sabe que as condições mudam com as estações nem em que estação anda… às vezes há coisas que nos escapam , só me lembrei que estávamos no Verão quando cheguei ao Ecuador , mas muito melhor do que partir a pensar que vai ser uma viagem sem história e apanhar um pesadelo é chegar mentalizado para o sacrifício e apanhar uma viagem sem história , sem danos , alegre , chegando ao porto 3 dias antes do prazo com o barco impecável e sobras de gasóleo e mantimentos. 
Só refrescava à noite , a corrente estava muito menos forte , tal como o vento ( apesar de serem sempre contra) o sol brilhou quase todos os dias , até apanhámos a lua cheia que não favorece os pescadores e as artes que usam aqui e nos dá noites de vigia mais bonitas e tranquilas . O barco tem todos os confortos e mais alguns (tem quase o triplo da área da minha casa ) , o meu imediato foi simplesmente o melhor que eu podia esperar (voltarei a isso) , enfim , estava à espera de uma tirada difícil e apanhei uma passeiozinho pelo Pacífico Sul, e declaro a minha filosofia validada mais uma vez : espera o pior , que lidas melhor com ele quando acontece e aprecias mais quando não acontece. 
 Tinha um contrato assinado para este trabalho desde Fevereiro ou perto , e recebi metade dele antes de ir para a Florida em Junho . Nesse mês sucederam muitas coisas que invalidaram o contrato. Deixei o barco no fim de Junho comprometido a voltar em Novembro , com um aperto de mão e a garantia “o que precisares , diz-me”. Este aperto de mão não foi dado a selar um valor , foi dado a selar um entendimento , que éramos os dois pessoas sérias com um objectivo comum e que no fim as contas batem todas certo. Estes meses todos depois chego ao fim sem saber ainda quanto vou ganhar. Apresentei as minhas contas e o que acho que é justo tendo em conta o que foi feito , mas sei bem que não só há vários entendimentos possíveis de certos valores e itens como também sei que os milionários não ficam milionários a pagar toda e qualquer conta que lhes apresentem sem a analisar bem e a tentar reduzir ao máximo , e que é natural regatearem num salário o que gastam num jantar.É a natureza das coisas.
Mais uma vez espero o pior e não são os abraços e elogios que vão ditar o pagamento , amigos amigos negócios à parte , eu não sou grande coisa a negociar e detesto reclamar pagamentos . Sei que vou sair daqui com algum dinheiro , mas ainda não sei quanto , pode ser a diferença entre voltar à ilha e poder fazer um investimento crucial para o meu projecto e começar a trabalhar nele com alguma tranquilidade ou voltar à ilha ,pagar umas contas e começar à procura de outro barco . 
Se o meu cão falasse dizia-me que não pode continuar a viver assim , e eu próprio estou mais do que saturado de incerteza , mas se há alternativa eu não a vejo em lado nenhum. Assim , quando amanhã  falar com o patrão sobre contas e pagamentos, posso encolher os ombros e seguir a minha vida como espero por o resultado ter sido o que esperava ou dar saltos de contente  porque afinal de contas as coisas correram-me bem.

Responder

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s