Início » Uncategorized » O diabo que o carregue

O diabo que o carregue

Não disse nada na altura da morte do Hugo Chavez porque me parecia que estava tudo mais do que dito , as pessoas lúcidas sabem que era um autocrata  que deixa a Venezuela de rastos , económica , moral e institucionalmente e os menos elucidados que engolem patranhas ao quilo , mais os fascistas vermelhos de sempre , carpiram a morte daquela besta.
 Ouvi mesmo agora de passagem a noticia de que mais um português foi assassinado em Caracas, uma de 27 pessoas entre Sexta e Domingo. O facto de o Bolivarianismo ter transformado a Venezuela num dos sítios mais violentos da América Latina  entra pouco nas contas , parece que é aceitável ter níveis de violência urbana medonhos desde que se construam casas para os pobres.
Vi  uma noticiazinha na Bola , vejam bem , logo na Bola,que me  fez saltar a tampa. Diz o besunta agora aos comandos da Venezuela , embora em tom jocoso, que a escolha de um Papa Sul Americano teve a mão de Chavez , que já está ao lado de Cristo. Já disse outras piores , e  a falar a sério.

Uma coisa é o que se lê nos jornais e se vê na TV e outra coisa é o que se experimenta pessoalmente , e uma vez , já com uns bons 6 anos de consulado Chavista , atravessei a Venezuela de Caracas a Santa Elena de Uairén,  por razões que não vêm aqui ao caso. Nessa viagem de autocarro de carreira regular de cerca de 48 horas por três vezes (!)  fomos parados pelo exército . Toda a gente saiu do autocarro , todas as bagagens e passageiros foram identificados e revistados um a um , a operação durou mais de uma hora e meia de cada vez , a tropa foi , como é tradição , bruta para todos , e outros passageiros disseram-me que não era ocasião especial,  funcionava mesmo assim. Desafio qualquer pessoa a demonstrar-me que um país onde isto acontece  regularmente pode ser um país bem gerido e democrático.

 Pessoas que uivavam ultrajadas contra Camisas Castanhas , Legião Portuguesa , Falange e outras milícias de extrema direita do passado , e com justo motivo , aplaudem placidamente os sinistros berets vermelhos das brigadas chavistas enquanto estas intimidam e agridem opositores e críticos e condicionam com violência a “democracia” Venezuelana. São pessoas para as quais as milícias fascistas eram instrumentos de opressão e violência , que eram , mas as milícias comunistas, perdão , bolivarianas, são só expressão da vontade popular aplicada. Nojo.
Também pude ver em Caracas o exército a dispersar uma manifestação de estudantes , em todo o caso de jovens perto da Universidade , com os métodos que os exércitos de todo o mundo usam para dispersar manifestações de civis. Mais uma vez este duplopensar asqueroso que faz com que uma manifestação dos nossos apoiantes seja uma manifestação legítima de opinião política enquanto que uma manifestação dos nossos opositores é agitação encenada por contra revolucionários vendidos.
A Europa , ou a parte civilizada dela , deixou felizmente para trás a época dos caudilhos mas para muita gente , gente demais , a América Latina ainda os merece . O Chavez era um ditador simples  , populista até à quinta casa , com a sorte dos audazes e a astúcia dos arrivistas. Enquanto urrava contra os Estados Unidos em termos vergonhosos , rasteiros , insultuosos e mentirosos para deleite das massas analfabetas e jornalistas internacionais , ia construindo o seu “Estado Social” com o dinheiro do petróleo vendido aos Estados Unidos , o maior comprador . Era amigo íntimo dos piores e mais tresloucados ditadores contemporâneos , desde o gajo da Bielorrússia ao Amahadinejad passando pelo Mugabe , tudo bons rapazes, mas isso não causava nenhum mal estar aos seus admiradores cá do burgo, que são ceguinhos a contradições flagrantes entre teoria e práctica , excepto quando as encontram à direita .
 Enquanto denunciava e perseguia a oligarquia do antigo regime criou livremente e à grande a sua própria nova oligarquia , os seus próximos ocuparam o poder como um polvo , surgiram fortunas fabulosas e redes densas de influências e nepotismos , mas nada disso escandaliza os chavistas , nem os níveis de corrupção épicos da Venezuela contemporânea :está em 165º lugar de 176 países segundo a insuspeita Transparency Internacional , mas mergulhar um país  em corrupção e violência deve ser apenas um custo colateral do bolivarianismo e o que contam são as intenções.

O genro de Chavez, Jorge Areaza, foi nomeado Vice-Presidente da Venezuela pelo Presidente Interino, Nicolás Maduro. A Procuradora Geral da República, Cilia Flores, é a mulher do Presidente Interino.O Presidente Interino jurou “cumprir e fazer cumprir a Constituição, com a mão dura de um povo disposto a ser livre…em nome… da lealdade mais absoluta ao Comandante Hugo Chavez”. A Constituição da Venezuela não prevê o cargo de Presidente Interino. O modo como o governo Venezuelano lidou com a doença e sucessão de Chavez foi puramente soviético , e é nessa matriz que vai prosseguir a política Venezuelana nos próximos meses , e por isso podemos sempre esperar coisas boas , mas esperemos para ver o que acontece ao país deixado por este estadista , certamente que daqui para a frente tudo o que de mal acontecer vai ser devido a traidores à “revolução” e à “influência estrangeira”.
Para os que papagaiam as virtudes do nebuloso “bolivarianismo” e dos seus programas sociais , ficam aqui dois graficozinhos que ilustram , para quem os consegue perceber , que o dinheiro “investido”  e a “riqueza criada” pelo chavismo vêm só e apenas do petróleo vendido no sistema capitalista e que países como o Brasil e o Peru reduziram mais a pobreza do que a Venezuela sem recorrer a milícias , nacionalizações , controlos de preços e outras artimanhas comunistas , e hoje crescem em paz e democracia sem bolivarianismos nem caudilhos.

One thought on “O diabo que o carregue

  1. Pingback: O Manifesto e a Venezuela | Ave de Arribação

Responder

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s