Então no Domingo à tarde dei com uma cordeirinha recém nascida ao pé da mãe , um nascimento é sempre por um lado uma coisa comum , por outro sempre extraordinário . É de uma das ovelhas que veio a semana passada , são das que vivem no mato em estado de anarquia e deboche descontrolado pelo que nunca se sabe quando é que está para haver uma cria. Isto não tem vantagem nenhuma , os borregos querem-se nascidos cedo na Primavera quando a erva é fresca e muita e o tempo é mais ameno , não é no fim do Outono quando está frio , a erva já escasseia ,a lama começa a aparecer e em geral é tudo mais difícil. É provável que a outra ovelha recém chegada também esteja para parir , o que me deixaria com 9 , a uma do número que dá acesso a um subsídio.

Este subsídio , que eu desconhecia antes de começar o rebanho e do qual desconheço ainda o valor , é parte do “pacote” de dinheiro que todos os anos chega à agricultura Portuguesa para apoio , modernização e outras coisas boas e que em grande parte é devolvido a Bruxelas porque não é utilizado. Dos milhões que são concedidos a maior parte vai para uma dúzia ou perto de empresas e produtores industriais , porque o pequeno e médio agricultor não tem a maior parte das vezes motivação , conhecimentos ou paciência para o processo. Logo a seguir a dar maus usos aos subsídios a pior coisa que se pode fazer é não os utilizar, porque voltam para trás como um atestado de falta de competência ou interesse.

Pessoalmente , tenho intenção de utilizar todo e qualquer subsídio disponível e para o qual a minha empresa seja elegível , e estar sempre pronto a prestar contas dele. Já aqui falei na enorme facilidade , recursos e apoio à instalação de jovens agricultores ( até aos 40) , que de resto tem existido desde que nos juntámos à União Europeia e que são uma oportunidades consistentemente desperdiçadas. A revista Visão publicou recentemente um número notável dedicado ao Ambiente e Agricultura , cheio de informação interessante como uma tabela para as pessoas aprenderem outra vez as épocas do ano em que se comem determinados frutos e legumes , e a real escassez de mão de obra na agricultura .

E finalmente alguma coisa mudou na política do Ministério da Agricultura, até aqui resumida a fazer cumprir a PAC . A Ministra fez saber que o governo tem o objectivo de atingir a auto suficiência alimentar do País dentro de 7 anos. Isto pode ou não acontecer , e até pode ser argumentado que não é necessário nem positivo , mas expressa uma vontade e uma linha de orientação , o que já é muito bom. Acabaram os subsídios para parar de produzir , abandonar terras e eliminar capacidade produtiva. O preço dos alimentos vai continuar a subir , vai voltar a compensar produzir , por exemplo, hortícolas numa superfície mais pequena , podendo-se concorrer com importações. Enfim , não só nos hortícolas , as possibilidades são imensas .
E num plano mais experimental e inovador a “agricultura urbana” é uma coisa muito interessante , acreditem ou não. É difícil ter duas ovelhas numa varanda mas com algum engenho , organização e tecnologia moderna já se consegue ter uma micro horta em casa . Quando isto ficar mesmo mau e difícil tudo vai contar.

E já agora que estou a falar de frugalidade , sabem aquelas pessoas que passaram as últimas décadas , começando sempre por esta altura , a queixar-se em todo o lado e por tudo e por nada do consumismo que pervertia o Natal? Esse pessoal pode todo dar-se por muito satisfeito , aí vem um Natal se não sem consumismo pelo menos com muito menos materialismo…

2 thoughts on “

  1. Rui , o saber felizmente hoje em dia está ao alcance de toda a gente que tenha uma ligação internet , se possa deslocar aos Serviços Agrícolas da sua zona e não tenha vergonha de ser ignorante.A terra é mais difícil , apesar dos milhares de hectares à venda , não são dados , mas com o dinheiro de um automóvel decente já se compram umas terras…

    Gostar

Responder

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s